Caso Miguel: ex-patrões são condenados pela Justiça do Trabalho

A Justiça do Trabalho de Pernambuco condenou o ex-prefeito de Tamandaré, Sergio Hacker, e sua esposa, Sari Corte Real, ao pagamento de R$ 386,7 mil por danos morais coletivos. Os dois eram patrões de Mirtes Renata, mãe de Miguel Otávio, de 5 anos, que morreu em junho de 2020 ao cair do prédio onde o casal mora, no Recife.

A condenação ocorreu por meio de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). O valor da indenização será depositado em um fundo da Justiça do Trabalho.

Na sentença, o juiz José Augusto Segundo Neto, da 21ª Vara do Trabalho de Recife, entendeu que houve a contratação irregular da mãe do menino, que era cadastrada como funcionária da prefeitura durante parte do contrato de trabalho.

As responsabilidades pela morte de Miguel Otávio são apuradas na esfera criminal, cuja sentença ainda não foi proferida.

Fonte: Agência Brasil
Imagem: Júlio Homes/Leiajaimagens/Estadão Conteúdo

REDES SOCIAIS

CONTATO

Central de Atendimento: (+55 41) 3232-3024
ematra@ematra9.org.br
Horário de Atendimento: das 13h30 às 19h30

Av. Vicente Machado, 320 | 5º andar - Centro - Curitiba-PR
Copyright © 2015 - 2016. Todos os direitos reservados.