Justiça do Trabalho destinou mais de R$225 milhões ao combate da Covid-19

Em um ano de pandemia, a Justiça do Trabalho destinou mais de R$ 225 milhões ao combate da Covid-19. A informação é do Tribunal Superior da Justiça do Trabalho (TST) que, na sexta-feira (19/3), completou um ano de suspenção das atividades presenciais, com exceção dos serviços essenciais, em razão da pandemia.

Os valores, provenientes de condenações em ações civis públicas e da execução de Termos de Ajustamento de Condutas (TACs) firmadas com o Ministério Público do Trabalho (MPT), além de multas aplicadas em decisões judiciais, serviram para a compra de remédios, testes rápidos, máscaras, equipamentos hospitalares, UTIs móveis e outros recursos. Outra parte foi investida nas áreas de educação, pesquisa e infraestrutura.

Apesar de trabalhar de forma predominantemente remota, a Justiça do Trabalho conseguiu atender a sociedade com a continuidade dos julgamentos e sem interromper os serviços oferecidos. A prestação jurisdicional foi mantida por meio do teletrabalho, audiências e sessões telepresenciais.

No primeiro e no segundo grau da Justiça do Trabalho, de acordo com o Painel de Produtividade Semanal do Conselho Nacional de Justiça, foram 4,1 milhões de sentenças, outros 4,1 milhões de decisões proferidas, mais de 15,8 milhões de despachos.

Fonte: SECOM/TST

REDES SOCIAIS

CONTATO

Central de Atendimento: (+55 41) 3232-3024
ematra@ematra9.org.br
Horário de Atendimento: das 13h30 às 19h30

Av. Vicente Machado, 320 | 5º andar - Centro - Curitiba-PR
Copyright © 2015 - 2016. Todos os direitos reservados.